Home » Viagens » Azul australiano

Azul australiano

  • set 4th, 2017
  • Luis Orsolon
  • Viagens
aussie

O azul que estampa a bandeira da Austrália é também o azul que colore o céu e o mar deste país, considerado um continente-ilha. Um território com belezas naturais impares, diferente do que podemos encontrar nos demais continentes. É na Austrália que está a Grande Barreira de Corais, que se estende por mais de dois mil quilômetros. O Monte Augustus, reivindicado como o maior monólito do mundo. É também o continente mais plano, com os solos mais antigos e menos férteis; o deserto compõe a maior parte de terra.

Uma das mais belas paisagens são os apóstolos, ou os doze apóstolos, formados pela erosão e as condições climáticas severas e extremas do Oceano Austral gradualmente erodiram o calcário macio para formar cavernas nas falésias, que então se tornaram arcos, que por sua vez desmoronaram; Deixando pilhas de rocha até 50 metros de altura. Agora por causa desta erosão há menos de dez restantes. Mas é na bela e acolhedora Sydney, que é possível conhecer o estilo de vida moderno australiano.

Uma cidade grande, com cara de capital, onde a história de um país é contada nas ruas de bairros com o The Rocks, ou da imigração asiática em Chinatown até ao moderno centro financeiro, o alternativo Darlinghurst ou o revitalizado Darling Harbor. Este último é onde a vida noturna e turística se concentra e oferece inúmeras opções de bares, restaurantes, cassino, baladas e passeios.

Aos redores da grande Sydney estão belas praias, como a pequenina Manly ou a movimentada Bondi Beach. Muitas delas têm piscina pública abastecidas com a água do mar, é verdade que a temperatura da água não é das mais atraentes mesmo no verão.

Definitivamente é um país que vai além do canguru e do coala.

Um povo acolhedor, sorridente e com hábitos de vida que estampam o espírito de liberdade, felicidade e aproveitar a vida de um povo. O horário comercial ajuda bastante, das 9hs às 17hs, fazendo o verdadeiro Happy hour, lotando bares e pubs por toda a cidade. Já quando se livram dos trajes sociais o chinelo é o eleito e poderia ser considerado o calçado oficial, se não fosse o costumeiro habito de andar descaço.

E claro os tradicionais pontos turísticos são obrigatórios, a Opera House, Darling Harbor, Fish Market, Harbour Bridge, a Torre de Sydney, Chinatown (2 ruas) e The Rocks, bairro onde ficam as feirinhas de rua que vão de artesanatos e joias a verdadeiros festivais gastronômicos.

Só mesmo experimentando para saber como é.

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>