Home » Turismo de Negócios » Presidente da ABEOC é escolhida como uma das 15 líderes mais influentes do turismo de eventos da América Latina

Presidente da ABEOC é escolhida como uma das 15 líderes mais influentes do turismo de eventos da América Latina

abeoc

A conceituada revista Latinamerica Meetings reconheceu e homenageou “Os 15 líderes mais influentes da indústria de turismo de eventos de 2017” da América Latina. Na lista está a presidente nacional da Associação Brasileira de Empresas de Eventos (ABEOC Brasil), Ana Cláudia Bitencourt.

A homenagem ocorreu no dia 10/07, durante o World Meetings Forum, na cidade do México, e levou em consideração os seguintes critérios: liderança; conhecimento do assunto; participação ativa no segmento de reuniões e experiência nas reuniões da indústria do turismo.

“Nada põe em dúvida que a indústria de turismo de eventos é cada vez mais forte no Brasil e na América Latina e isso se deve, em boa parte, ao extraordinário esforço de seus líderes. Eles são um fator fundamental para que a regiões tenham sucesso”, disse Ana Cláudia. A presidente ainda destacou que se sente honrada de estar entre os 15 protagonistas deste ano, podendo representar a ABEOC.

Confira a entrevista completa da presidente da ABEOC Brasil concedida à revista Latinamerica Meetings:

Latinamerica Meetings - Como você começou sua carreira na indústria de eventos?

Ana Cláudia Bitencourt - Comecei muito cedo, com 18 anos já atuava na área de eventos. Há 20 anos passei a ser empresária do segmento, e minha atual empresa, a YES Agência, tem 15 anos de história. Ao longo desta trajetória fui aprendendo a importância do associativismo como instrumento para melhorar a sociedade e o mercado do turismo de negócios e eventos. Estive a frente da Associação Brasileira de Empresas de Eventos (ABEOC) – Estadual Rio Grande do Sul por dois mandatos, entre 2009 e 2014, quando fui eleita presidente nacional da ABEOC, cargo que ocuparemos até o final de 2017. Também estou como presidente do Sindicato das Empresas de Promoção e Organização de Eventos e Centros de Eventos do estado do Rio Grande do Sul. Participamos de importantes instituições como o Conselho Nacional de Turismo, órgão colegiado com a atribuição de assessorar o ministério do Turismo, e o Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade da Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Também atuamos na diretoria da COCAL – Federación de Entidades Organizadoras de Congresos y Afines de America Latina.

Latinamerica Meetings – Qual foi um dos principais momentos na sua carreira? Algum que você tenha visto uma mudança na indústria e pensou em fazer outra coisa? O que aconteceu e o que fez você decidir continuar?

Ana Cláudia Bitencourt – Creio que um momento chave foi quando assumimos a presidência nacional da ABEOC. Podemos levar as demandas da indústria de reuniões em importantes Conselhos e no Congresso Nacional. Participamos ativamente do processo de alteração da Lei Geral de Turismo em nosso país, mudança que vai contribuir positivamente com milhares de empresas de eventos. Também foi uma bela contribuição participar da criação de cursos presenciais e de Ensino a Distância em parcerias com faculdades e universidades para levar qualificação ao segmento de eventos. Sempre gostei de trabalhar com eventos, nunca me passou fazer algo diferente.

Latinamerica Meetings - Qual foi um momento de orgulho para você nesta indústria?

Ana Cláudia Bitencourt – Recentemente uma Comissão da Câmara dos Deputados aprovou projeto da ABEOC para criação do Dia do Profissional de Eventos. É o primeiro passo no rito oficial para que o dia 30 de abril seja a data oficial de quem trabalha com eventos. É um grande reconhecimento para nós profissionais e ficamos orgulhosas por estarmos à frente desta iniciativa. Também ficamos muito felizes por fazer parte da diretoria nacional da ABEOC no ano que nossa entidade celebra 40 anos. Estamos realizando uma série de eventos nos estados e em agosto teremos o Congresso Nacional da ABEOC para marcar esta data. Não poderia deixar de falar ainda na grande delegação que levamos ao Congresso Cocal este ano, no Uruguai, que fez do Brasil a maior delegação estrangeira presente e demonstra o nosso empenho em estar integrados com a América Latina.

Latinamerica Meetings - Pessoalmente, qual foi um dos momentos mais memoráveis ??de sua vida privada?

Ana Cláudia Bitencourt – Sem dúvida foi o nascimento do meu filho, Davi, em 2008. Quem é pai e mãe sabe como isso muda tuda na vida da gente.

Latinamerica Meetings - O que você considera como principais características de um líder?

Ana Cláudia Bitencourt - Acreditar no coletivo, reconhecer o mérito das pessoas, ser atuante e assumir responsabilidades.

Latinamerica Meetings – Qual é a sua maior força como um líder?

Ana Cláudia Bitencourt – Acreditar naquilo que estou representando e consequentemente me comprometer com trabalho e dedicação para buscar os resultados.

Latinamerica Meetings – Qual é a coisa mais difícil que você enfrenta como líder?

Ana Cláudia Bitencourt – A gestão de pessoas. Nem sempre é fácil construir o consenso sobre determinada questão. É preciso conseguir fazer com que as pessoas consigam convergir para um denominador comum.

Latinamerica Meetings – Conte-nos seus hobbies! O que você gosta de ler em um vôo longo? Você tem revistas favoritas? O que sempre pedir em um restaurante em seu país? Qual é o seu lugar favorito para férias? Que música você escuta?

Ana Cláudia Bitencourt – Adoro esportes com água, como esqui e kite surf. Quando estou viajando procuro ler assuntos relativos ao setor para me manter informada. Como gaúcha, gosto muito de “assados”, seja em restaurantes conhecidos por aqui como churrascarias ou em casa com amigos. Gosto de viajar para locais com praias, e isso temos muito no Brasil, seja no Nordeste ou mesmo no Sul. E gosto de escutar música popular brasileira.

Latinamerica Meetings – Qual a reflexão sobre a indústria de eventos está girando em sua cabeça recentemente e por quê?

Ana Cláudia Bitencourt - O Brasil está passando por um momento de crise política e econômica. Fico refletindo frequentemente sobre a importância da indústria de eventos como força propulsora da economia. O setor de turismo e eventos é a porta de saída para esta crise brasileira. Podemos gerar muitos empregos e distribuição de riquezas com baixo investimento.

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>