Home » Tonico Senra » Zoo – 05/02/2018

Zoo – 05/02/2018

tonico_site

• No Sesc 24 de Maio –com grife de qualidade Abram Szajman uma exposição das mais concorridas: “São Paulo não é uma Cidade”, com cerca de 400 obras, apresentando diversas leituras da cidade com curadoria de Paulo Herkenhoff.

• As redes sociais só vieram confirmar o que todo um País sabia: a ignorância crassa da petista terrorista “Malévola” Rousseff, ganhando fronteiras internacionais e envergonhando a todos. Sua entrevista dada à TV francesa, dizendo que foi educada em francês e que dominava o idioma com desenvoltura, foi um dos muitos episódios grotescos e humilhantes, que só uma sem consciência poderia ter proporcionado. A maluquete não fala bulhufas e de francês a única coisa que conhece é o pão de padaria. Vexame!

• Um amigo estava com sua mulher em temporada por Miami e teve o desprazer de encontrar de frente com “Botox” de Oliveira – presidente do Senado em um shopping local. Na troca de olhares o amigo foi enfático: “Vocês são a vergonha da Nação”. “Botox” passou ao largo em silêncio, como diria o poeta Fernando Pessoa.

• A BSS Blindagem festejando na loja da Av. Europa com um coquetel para 300 convidados seus 10 anos vitoriosos de existência.

• Assistindo o programa dominical do meu amigo Fausto Silva, senti um nó na garganta, com a participação das incríveis Irmãs Galvão (conservadas no freezer) cantando “Beijinho Doce”, música dos anos 50. Veio a memória do meu super avô o “gentleman” Antônio Sertório de Lima, que adorava a música e a cantou por anos sacudindo as estruturas da casa do Pacaembú. Recordar é viver, com lágrimas de saudade, melhor ainda. Obrigado Fausto, sem você saber minha alma ganhou luz…

• Lamentável a insistência burra do presidente Michel Temer “Perder a Boca”, para que a “Sem Noção do Ridículo” Cristiane Brasil, assuma como ministra do Trabalho. É público e notório sua falta de competência, além da ficha suja em relação aos ex-empregados que tiveram o desgosto de terem trabalhado para este “tribufú”. Agora o vídeo que correu nas redes sociais desta “classuda senhora” falando abobrinhas, tendo como cenário quatro búfalos descamisados já era motivo suficiente para jamais assumir cargo nenhum. Seu pai, o ex-presidiário e “Boca de Matilde’ Roberto Jefferson, presidente do maldito PTB, em uma recaída mental própria do seu estilo suburbano declarou que a nomeação representava um resgate do nome da família. Cada um tem a família que merece…

• Estão nos planos de Alexandre Husni criar um Espaço Cultural dedicado a artistas–plásticos em seu escritório de advocacia na rua Groenlândia. A Cultura agradece, já que faltam espaços para exibir a boa arte e incentivo para novos talentos.

• Para constar no arquivo: o nerd advogado Cristiano Zanin Martins, do condenado ogro Lula, é genro de Roberto Teixeira, uma espécie de cão fila do ogro. A filha Valeska, teve o “privilégio” de se casar com aquela ameba andante.

• A cidade ficou mais triste com os desaparecimentos prematuros de : Pedroca Leardi, Ricardo D’Elia e Arturo Nascimento.

• A revenda Comark Mercedes–Benz armou coquetel para a apresentação do novo CLA – 180 em sua loja da Av. Faria Lima. O carro é um showzinho pelo preço de R$130 mil.
A Q7 Blindagem pretende alugar imóvel na Av. Europa para montar o seu “show–room”. O tempo dirá …

• Frase perdida no vento: “Aquele que pensa que só o sol traz felicidade, é porque nunca dançou na chuva”.

• Nada pode ser mais estúpido do que colocar no cartão de visita, que o escritório pela pessoa representado tem sede própria. Digno de dono de lavanderia. A chamada imaginação de Júlio Verne.

• Em mesas separadas no restaurante Piselli, do Shopping Iguatemi durante o almoço dos executivos circulavam: Wanderley Nunes (Mãos de Tesoura), Daniel Deleu Filho, Ugo di Pace, e o construtor Carlos Buttori ciceroneando o engenheiro urbano francês Serge Gammel.

• A coluna apostou na volta de Deusdina dos Reis Pereira, aquela belezura não descoberta pela revista Vogue, como vice da Caixa. Seu “curriculum” é tão cheio de nódoas que acabou afastada para sempre juntamente com outros três amiguinhos de folguedos & trapaças. A coluna errou e ao mesmo tempo apostou. Afinal com os trambiques partidários dando cartas marcadas na Caixa como PP, MDB, PRB e PR, tudo é possível, mesmo dedetizando…

• Me pediram para falar do ministro Gil”mala” Mendes. Pronto! Já falei…

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>