Home » Tonico Senra » Zoo 11/09/2017

Zoo 11/09/2017

tonico_site

• Quem pode assistir na primeira fila do Teatro dos Horrores as denúncias conclusivas do camaleão Antonio Palocci contra a dupla caduca “Malévola” Rousseff e o ogro mentiroso Lula, pode sentir ao vivo e à cores a “cara de bidê “ do advogado de defesa–indefençavel Cristiano Zanin, uma mistura de seminarista com vendedor da Natura, perdido, caído nas cordas, jogando a toalha diante da enxurrada de verdades que se acumulam de todos os lados.

• No Sesc-Santo André com a grife Abram Szajman, Incantesimo, um delicioso circo com a Família Burg, conta que uma dupla de piratas se encontra em meio a uma tempestade, um tesouro e vestígios de um castelo abandonado. Uma história onde caberia perfeitamente a dupla de piratas Friboy Batista e seu súdito Ricardo Saud, o tesouro, os bilhões que armazenaram nestes 13 anos petistas e o castelo abandonado, poderia ser a JBS. Esta é uma história que fica para outra vez…

• A CARBON Blindagem convida um grupo seleto para o espetáculo musical do momento “Cantando na Chuva”, com os excelentes Cláudia Raia e Jarbas Homem de Mello.

• Para guardar no arquivo: metade das capitais do Brasil pode trocar de comando à partir de abril de 2018. Pelo menos 13 dos 26 prefeitos das capitais analisam cenários políticos para disputar o governo. Para isso, precisam renunciar aos mandatos conquistados em 2016 e entregar as chaves de seus gabinetes nas mãos dos vices. A dança das cadeiras com dançarinos de muletas…

• O que mata o governo Michel Temer “Perder a Boca”, são as malas. Primeiro aquela símbolo da corrupção ativa carregada com R$500 mil, pelo imbecilóide Rocha Loures e agora este verdadeiro mostruário da Le Postiche, com mais de R$ 50 milhões, tendo como fiel depositário “Gentalha” Viera Lima, uma figura nefasta que dispensa comentários, com trânsito livre nas salas do Palácio do Jaburu. Qual será a próxima lambança? Mochilas voadoras? Quem sabe…

• Kadú Lopes da Q 7 Blindagem patrocina a mostra de arte promovida por Vivian Beviláqua em Curitiba. Serão 14 painéis, além de 8 esculturas todos com a grife da artista.

• Porque nas novelas exibidas ao grande público na TV Aberta, a mãe do moçinho da trama, sempre desaparece, voltando nos capítulos finais para surpresa do filho que desconhece que ela estava viva, declamando com uma cascata de lágrimas: “Eu precisei fugir, filho, me perdoa?”. Fundo musical lacrimejante.

• A Copagaz está investindo mais de R$ 40 milhões na área de tecnologia. Os recursos que estão sendo aplicados desde 2016 revertem na melhora da produtividade e eficiência. Sustentam ainda a transformação da companhia, que lança um aplicativo de vendas ao consumidor final. Cerca de 800 pessoas no Brasil e exterior, incluindo a contratação de três consultorias – duas delas alemãs – que estão envolvidas nas mudanças.

• O construtor Renato Moraes Dantas como sempre segue para sua casa na praia de guaicá, até aí tudo normal, o que ele não conta sào seus dotes culinários, se aventurando nas artes gastronômicas se transformando em um Felipe Massa do fogão.

• Fabiana Abbas ( da BSS Blindagem) recebe amigos para um coquetel no Charlô, da rua Barão de Capanema.

• O pacote de privatizações do sistema Eletrbrás, Infraero e casa da Moeda pelo governo sacudiu a colmeia política, useira e vezeira no loteamento político abrindo uma frente de insatisfações e reações governistas. O plano vai reduzir a zona de influência partidária nas mpresas. Olhem logo quem é contra a venda da Eletrbrás, o ex- ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, um figurante ativo da Operação Lava Jato, assim como o PMDB, que tem indicações das diretorias de Transmissão da Eletrobrás e de Gestão Corporativa da Eletronorte.

• Após a morte de dez bandidos que integravam uma quadrilha de ladrões de residências, em um confronto com valentes policiais civis no Morumbi, o secretário da Insegurança Pública de São Paulo, Mágino Alves Barbosa Filho ( adoro famílias com imaginação borbulhante de colocar apenas: Filho) disse que o confronto pode inibir novas ocorrências. Sinto divergir : Não vão! Continuarão roubando e matando, o que é preciso é policiamento ostensivo, valorizar o policial, eliminar este cabide de empregos que é a Corregedoria, assim como banir os Direitos Humanos, que nestas horas somem de cena, só aparecendo no final do tiroteio para defender os bandidos. Bala neles ! A população cansou de conversinha furada e de um governador frouxo com medo de perder os votos dos meliantes e de seus familiares na próxima eleição. Seja homem governador enfrente o crime de frente, longe dos seus seguranças com seus terninhos da Colombo.

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>