Home » Tonico Senra » Zoo 3/07/2017

Zoo 3/07/2017

tonico_site

• Carlos Buttori ciceroneando o arquiteto Sérgio Távora que se encontra em giro paulistano. Sérgio responde por inúmeros projetos de arquitetura na região de Angra dos Reis e Búzios.

• A defesa do indefensável ogro-mentiroso Lula terá de arcar com os custos de tradução para duas testemunhas que serão ouvidas em ação penal sobre o recebimento da Odebrecht no âmbito da Lava Jato. A determinação é do juiz Sérgio Moro, que autorizou que a defesa caquética pague por estas defesas às testemunhas Jonathan Kellner e Juan Giraldez, que fazem parte de um rol de 87 pessoas pela defesa. O interessante é que o tradutor trabalhará não para dois, mas para três, sendo que terá de traduzir em inglês para as duas testemunhas e para o ogro Lula, em português mesmo…

• A coluna quer deixar claro que esta Justiça Eleitoral que aprova contas de todos estes bandidos risonhos e soltos que assaltam os cofres públicos e que vivem do Caixa 2,3 e 4 é o maior lixo, não tendo relevância nenhuma diante da enxurrada de fatos escamoteados registrados. Está completamente desmoralizada. Vergonha!

• Kadú Lopes da Q7 Blindagem está em circulada de negócios por Curitiba, cidade onde a empresa aumentou o faturamento em 15% no mês de junho.

• Enquanto isso no Supremo… ”Vossa excelência, me permite: o senhor é um grande cretino”. “Vossa excelência, me permite: Em que mundo o senhor vive?”. “Vossa excelência, grande conhecedor do universo jurídico, não sabe, mas é traído por sua digníssima senhora com o personal-training!” “Vossa excelência me perdoe, eu sabia, mas amo esta mulher! Sra. Presidente, qual é a pauta mesmo? Por falar nisto, qual é o seu shampoo preferido? Momentos do cotidiano jurídico em Brasília…

• Depois de indas e vindas finalmente com a caída do véu das ilusões, a Justiça Federal em Goiás condenou o ex-presidente da Valec, o crápula José Francisco Neves, o conhecido trambiqueiro Juquinha, a 10 anos e 7 meses de prisão por formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. Também no ”pacote” devidamente embrulhada a mulher dele Marivone e um filho do casal. Os três devem pagar multas de R$20 milhões por lavagem de dinheiro. Pasmem! A Procuradoria da República sustenta que o angelical Juquinha teria se beneficiado de valores de origem ilícita por meio de superfaturamento de mais de R$215 milhões em contratos da Ferrovia Norte-Sul. Olhem como a Justiça é mesmo cega. Os réus bandidos podem recorrer da sentença em liberdade. O crime compensa!

• A BSS Blindagem confirmou o troféu que será entregue ao vencedor do tradicional Torneio Masters de Tênis, promovido por Vera e Richard Cohen em sua cinematográfica casa de Campos do Jordão, durante a segunda quinzena de julho. O designer do troféu será do artista–plástico curitibano Angelo Schneider.

• Assistindo a mini-série global “Os dias eram assim…” Revivendo um Brasil que buscava a todo custo a tão sonhada Liberdade e a Democracia (a meta era o voto direto). É assustador, penetrando no túnel do tempo, quantos sonhos perdidos, ilusões passageiras, esperanças náufragas, vidas desperdiçadas, para chegarem aos nossos dias e sabersabendo que tudo não passou de uma grande ilusão, uma mentira deslavada de profissionais do voto a serviço deles mesmo, nunca pensando no País. Para refletir diante do espelho…

• Ter um plano de saúde é um desejo de 57% dos brasileiros que ainda não possuem o benefício. Os planos são o terceiro bem mais desejado, atrás apenas de educação e casa própria. Enquanto isso, no Planalto… Marcela Temer presenteou o filho Michelzinho, com um Lego…

• O grande babado pelos corredores gélidos e corruptos do Planalto, é “O Dia do Fico” de Leandro Daiello, diretor-geral da PF. O ministro Torquato Jardim (sempre com aquela aparência de intoxicação alimentar) como a coluna havia previsto, não foi colocado neste posto à toa, veio para puxar nitidamente o freio de mão nas apurações da Lava Jato. A intenção do ministro era jogar uma cortina de fumaça nos olhos dos lúcidos, não conseguindo devido as turbulências que atingiram o núcleo político, como um soco na boca do estômago. Teve se contentar, com o que tem. Ponto final!

• “Fantástico”: a JBS saiu de um faturamento de R$4 bilhões em 2005, ano em que recebeu seu primeiro financiamento generoso do BNDES, para R$ 183 Bilhões em 2016. Surpresa, o banco estatal de desenvolvimento somente para alguns, se tornou sócio da JBS, com 21% de participação (cumplice na tramoia). Friboy Batista alega que as “relações com o BNDES, foram absolutas republicanas” (aposto que ele não sabe o quer dizer republicanas). Esquecendo de dizer que graças ao ogro mentiroso Lula e sua facção petista, nestes 13 anos, de um xexelento açougue passou a ser o maior frigorífico do mundo, com um aporte sem limites de um governo corrupto que sempre apoiou um portfólio de marginais do voto. Que o digam os senhores Luciano Coutinho e Guido “Manteiga Derretida”…

• O empresário Caio Turqueto da Copagaz em circulada de negócios por Santiago do Chile.

• No Sesc – Belenzinho com a grife Abram Szajman, o espetáculo Nu de Botas, baseado na obra de Antonio Prata reúne crônicas marcantes da infância do autor. Direção de Cristina Moura.

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>