Home » Entrevistas » Agente influenciador

Agente influenciador

Patrick-Mendes-AccorHotels

Patrick Mendes, CEO da AccorHotels para a América do Sul conta sobre os planos da rede para colaborar na modernização da hotelaria.

Patrick Mendes já passou por redes hoteleiras como a Holiday Inn e Lucien Barrière e está na AccorHotels desde 1993, ocupando posições na França e em Portugal. No Brasil, Mendes aterrissou em 2012 para assumir o cargo de diretor de Operações Mercure, Pullman, Adagio e MGallery. Em julho do mesmo ano, conquistou a posição de diretor geral de Operações das marcas Luxury, Upscale e Midscale da Accor na América do Sul. Com isso, foi o responsável pela expansão, liderando o lançamento das marcas Adagio e MGallery na região, comandando diretamente a aquisição das redes hoteleiras Caesar Park e Caesar  Business, com a estratégia de fortalecer e modernizar a rede Mercure e expandir a linha Upscale, por meio da marca Pullman. Em julho de 2015, Patrick Mendes assumiu o posto de CEO da AccorHotels para a América do Sul e fala sobre os planos que orientam este novo momento da AccorHotels. Confira.

Momento atual
Estamos hoje em uma indústria que se modifica constantemente. A AccorHotels é hoje um grupo de amplo de hotéis amplo e, como líder de mercado, temos o dever, o orgulho e a missão de sermod um agente que pode influenciar e ajudar esta indústria a se modernizar, inovar. Ser mais criativa. A nova missão da AccorHotels não é só sermos  líder em hotéis no mundo, mas ser sim um ator importante na cadeia de hospitalidade que vai além dos hotéis”.

Estratégia adotada
Nossa estratégia mudou significativamente nos últimos dois anos com a chegada do Sébastien Bazin, nosso CEO global, que é um famoso “Brain Checker”. Ele nos “obriga” a pensar diferente. Decidimos sermos mais verticais, ou seja, aumentar a nossa oferta hoteleira comprando cadeias de hotéis e lançando novas marcas.

Compras e aquisições
Em junho, compramos a FRHI Hotels & Resorts e suas três prestigiadas marcas de hotéis de luxo: Fairmont, Raffles e  Swissôtel. Um investimento de 3 bilhões de dólares. Outro exemplo é o Mama Shelter, uma marca totalmente diferenciada, que não é mais um hotel com bar e restaurante, e sim, um restaurante e bar com hotel por cima. Conceito de FnB muito inovador. Temos um em Istambul, Paris, Bordeaux, Los Angeles e agora um no Rio de Janeiro também, o primeiro da América do Sul. Queremos abrir ele em todas as principais cidades e bairros descolados da América do Sul.

Reformulação de marcas tradicionais
Em nossas marcas tradicionais tentamos sair do tradicional. O Ibis Styles é um bom exemplo onde temos projetos de arquitetura e design diferenciado. Mercure e Novotel estão em processo de total renovação dos conceitos para fugir da padronização. Temos o Pullman que já é um modelo diferenciado. O Softel, sempre uma experiência diferenciada, onde todos os conceitos de alimentos e bebidas, bem como apartamentos, estamos tentando sair do modelo tradicional.

Diversificação na atuação
No que podemos dizer que está “ao lado da hotelaria”, nós também estamos tentamos diversificar. Compramos também neste ano, em porcentagens diferentes, três empresas: Onefinestay, Oasis Collections e Squarebreak. Funciona da seguinte forma, o proprietário que tem uma casa ou apartamento, onde não irá utilizar por 2 meses, ele vai dar ele a Onefinestay, que vai alugar com serviço hoteleiro de primeira linha: Concierge, Check-in, Iphone, Fitness e etc.. É um segmento lucrativo, pois são clientes com níveis salariais que permitem gastar diária de 1.500 a 2.000 mil reais. Nestas empresas foram investidos 250 milhões de dólares na aquisição.

Mobile e a AccorHotels
Sabemos que para que o cliente utilize nosso aplicativo em seu smartphone frequentemente, ele precisa ter mais experiência, ou seja, mais coisas que reservar um hotel simplesmente. Nossa ideia foi então transformar o aplicativo da AccorHotels em algo indispensável quando você viaja, um companheiro de viagens. Incluímos no APP o FastBooking onde abrimos a possibilidade de hotéis pequenos entrarem em nossa rede de distribuição, atuando como um hotel parceiro. Colocamos no aplicativo também uma empresa que adquirimos recentemente, a John Paul, líder mundial no mercado de serviços de  concierge de luxo. Estamos saindo da hotelaria clássica, fornecendo um serviço diferenciado aos nossos clientes.

Expansão na América do Sul
Mesmo em um país em crise nós estamos construindo hotéis para os próximos anos, queremos inclusive trazer estas novas marcas de luxo. No mundo todo são cerca de 4 mil hotéis que representam 600 mil quartos. Na América do Sul temos 45 mil quartos e nossa ambição é chegar em 2020 a 75 mil quartos em 500 hotéis. Hoje temos quase 300 hotéis, ou seja, são 200 hotéis que teremos que construir e lançar nos próximos 3 anos.

 

Entrevista tirada da Radar Magazine edição 34.
Para ter acesso a versão digital da Radar Magazine 34, acesse: https://issuu.com/revistaradarmagazine/docs/_rm34_issu

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>